Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Incongruências.

Necessitava de alguns medicamentos e fui à farmácia. Quando lá cheguei, tinha imensa gente à frente. Enquanto aguardava a chegada da minha vez, foi atendida uma mulherzita que, assim que entregou as receitas ao farmacêutico, disse:

 

- O meu médico não quer genéricos!!!

 

O farmacêutico olhou para a receita para ver quais os medicamentos a aviar e, de seguida, olhou para a mulhezita e pergunta:

 

- Ai o seu médico não quer genéricos?!?

 

Segurando a receita na mão, o faracêutico vira a folha para o seu colega e diz:

 

- O médico desta senhora não quer genéricos... mas olha lá, só passou genéricos...!

 

Os dois riram e abanaram a cabeça. Eles e eu.

 

Não vi o desfecho da situação, ou seja, se aviaram os genéricos ou os medicamentos originais porque entretanto chegou a minha vez.

Mas é caso para perguntar: mas afinal em que ficamos? Não quer genéricos mas passa só genéricos? Será que o médico está de tal maneira xéxé que já não abe distinguir uns de outros? Ai que este mundo anda mesmo de pernas para o ar!